You are hereBlogs / PY1ZV-0's blog / Suporte de Roda para field days e operações portáteis

Suporte de Roda para field days e operações portáteis


PorPY1ZV-0 - Enviado em 12 June 2012

 

 

Estava pensando em uma boa maneira de dar um "up-grade" na minha estação de operação portátil, e fui dar uma olhada nas sucatas que tinha para fazer um suporte um pouco mais prático e funcional.

 

Suporte de roda é uma das coisas que todo radioamador que se preza  deveria ter um, e como eu não tinha isso me incomodava toda vez que saio para fazer algum teste ou operação.

 

Com a aproximação do CQRJ VHF Conteste tive a motivação que precisava para retirar da gaveta um projeto antigo que rascunhei e adquiri inclusive a matéria prima mais nem lembrava mais, coisa de radioamador mesmo que vai comprando tralhas mil e esquece do até do que já tinha, na ida ao "almoxarifado" verifiquei uma ponteira de torre velha da "Laurema" que por muitas vezes pensei em jogar no lixo, mais hoje olhando para ela tive uma visão bem diferente. 

 

Pensei se eu cortá-la na base da "cadeirinha"  terei o meu suporte quase pronto!  Fui rapidamente buscar o arco de serra , mais como sempre a minha serra estava terrível (só lembramos das ferramentas na hora de usar), e tive que ir a loja adquirir uma nova serra.

 

Comprei uma Starret duo , muito boa serra segundo o vendedor, como não entendo patavinas nem de serrar pudera de serra, entrei na onda dele e trouxe, até porque o que riria cortar não importava muito se a serra iria fazer mágica, ou somente a função dela.

 

Comecei  o trablaho de corte, e realmente a serra era excelente, e em menos de 30 minutos estava com mina ponteira de torre velha estava já com cara de suporte de roda.

 

Bom agora veio a parte mais difícil que foi lixar e tirar os ferrugens que não eram profundos para minha surpresa, mais eram bastantes como podem observar nas imagens acima, e depois a obra de arte da pintura.

 

Lixei com Lixa 10 e até que o trabalho não foi tão complicado, a torre estava ainda com uma boa base de sulface o que facilitou e muito, pois somente tive que "quebrar" a tinta antiga e retirar os pontos de ferrugem mais profundos.

 

Após este trabalho de base, utilizei para pintura uma color-get preta brilhosa, que tinha comprado para pintar o bagagito da moto que mandei fazer e veio sem pintura final, como foi pouco utilizado meu almoxarifado continha esta relíquia ou seja nem precisei ir mais uma vez na loja de tintas.

 

Não reparem a bagunça mais quando o gênio esta trabalhando ao redor sempre fica tumultuado rsrs, ficou bom o trabalho e em pouco mais de uma hora de trabalho a recuperação da finada torre e as transformação em meu suporte de roda estava pronto faltando somente testar, isso é que demorou mais, pois o carro estava com a minha esposa, e eu fiquei contando as horas para ver ela chegar, como a previsão de chega dela era para depois das 18hs, fui me entreter com outra coisa, também ligada a operação que pretendo fazer do pontal do atalaia em Arraial do Cabo,   vamos montar e testar as antenas , enquanto o machado sobe e desce descansa-se o lombo.

 

Ai começaram as dúvidas, levo somente uma antena de 12 elementos ou 2x7 ambas K1FO? ou ainda somente uma de 7 elementos com possibilidade de dupla polarização? Ou ainda uma de sete na horizontal e uma de 7 na polarização vertical? Pelo visto as dúvidas vão continuar até o dia, assim resolvi montar o conjunto mais complicado que é 2x7 assim poderia testar o pior possível para o recém renovado suporte de roda.

 

Montei as duas com o fasador  e simulei a instalação completa no suporte de roda, (sem roda ainda pois o carro ainda estava com minha esposa), para verificar o peso do conjunto e o esforço para montá-lo sozinho, ou seja fiz um ensaio para ver como me sentiria sobre o esforço.

 

Foi bom testar pois percebi que está bem fácil de montar, e criei até uma técnica de inserir o mastro nas antenas no chão, que foi bem interessnate, o local aonde montei como podem ver e bem mais complicado e sem espaço ao lado esquerdo está os estais da minha torre que complicam bastante as manobras, ou seja um ensaio bem pior que a realidade hehe.

 

 

Depois de montada conforme a imagem acima, percebi que ela está um pouco baixa, o mastro que utilizei de ferro galvanizado mede 2,5m com 50cm dos elementos ela esta a exatos 2m do chão, o que seria a altura aceitável para uma antena  de 144mhz ainda mais com polarização vertical, mais lembrem-se o carro vai estar logo abaixo dela, ou seja terei um objeto metálico menos de 1m da antena, não gostei disso e parti para achar uma solução para meu problema.

 

Voltei ao almoxarifado a procura de algo que pudesse elevar pelo menos mais um metro o conjunto, a fim de ficar um comprimento de onda do teto do carro, e revirando meus restos de alumínio me veio a idéia de colocar um pequeno mastro no suporte e afixar logo acima dele o meu rotor (não ia levar rotor mais...) ganharia o metro que precisava e ainda de quebra a possibilidade de rodar a antena.

 

 

Escolhi um velho rotor rotomatic que tinha também no almoxarifado, pois é mais leve que o rotor Ham 4 que tenho e a "pega" dele e de bitola bem menor abraçando o tubo de 1 polegada o que o meu HAM 3 não faz.

 

Bom assim resolvido o problema da altura, ganhei o rotor e.... caraça falta a energia para o Rotor, afinal ele é 110v e meu carro ainda utiliza as bateria de 12volts, volto ao almoxarifado para ver se tenho algo que possa solucionar meu problema para evitar de ter de levar um gerador somente para alimentar o rotor, e para minha surpresa , (não deveria ser surpresa não é?) , tinha um Inversor que eu trouxe da minha viagem ao Haiti pois lá tem muito desse aparelho afinal muitas casas ficam sem luz por grandes períodos e uma das soluções são estes inversores, assim em qualquer  birosca se acha um para comprar a preços ótimos, e na febre das compras , acabei trazendo um pequeno de 200w já pensando em poder utilizá-lo em uma situação de emergência para carregar notebook ou em uma dessa expedições, só que ele gera um ruído infernal nas bandas de HF e assim deixei ele guardado no "almoxarifado" para uma futura utilização, e ai está meu alimentador do rotor.

 

Depois de tanta espera, minha esposa chegou, ainda bem pois já estava procurando outra invenção para tomar meu tempo, e fui direto no carro com o suporte na mão, ela me olhou espantada e perguntou:

- Que  isso ta ficando maluco?,

sorrindo disse a ela:

- não e que estava doido para você chegar para testar meu "invento"

Ai lógico ela questionou que invento? To vendo só um pedaço de torre ...

Manobrei o carro e coloquei ele em cima do suporte , e ainda com cara de quem não estava entendendo nada, perguntou:

- Porque ta colocando o carro em cima da torre? O que isso vai te ajudar?

 

Bom deixa o diálogo me seqüência para a imaginação de vocês, mais foi interessante ver que somente eu enxergava a funcionalidade do meu invento, sai do carro e fui contemplar meu novíssimo suporte de roda.

 

 

 

Bom fica ai a idéia de quem tem uma ponteira de torre guardada, que normalmente não serve para nada, fica a sugestão para um ótimo suporte de roda, e tenha ótimas diversões em operações portáteis, e nos vemos no CQ RJ VHF CONTEST 2012.

 

73´s

Fábio

PY1ZV

RIO DX GROUP TEAM

 

Fantastico Fabio, e funciona, além de não ser grande para transportar, show de bola. Creio que ainda tenho uma ponteira dessas sobrando e um ROTOMATIC com o suporte e rolamento zerado aqui. Muito bom mesmo, parabéns.

A idéia foi bacana mas eu faria um reforço na base com as próprias sobras de cantoneira desta ponteira. Só o vergalhão fino deixa a base fragil...

Gilberto concordo com a sua ideia, apesar de que esta parte de baixo não fará força a principio é somente para dar estabilidade ao tubo.

De qualquer forma acho prudente fazer esse up-grade, mais vai ficar para depois do CQRJ hehe

. .

ATENÇÃO: O conteúdo dos blogs é de inteira responsabilidade de seus autores e pode não expressar a opinião e posição do Rio DX Group.

Pesquisar

Navegação

Tags para este blog

Quem está online

No momento há 1 usuário e 33 visitantes online.

Novos usuários do site

  • PU1LMN
  • PU1YTB
  • pu1vkg
  • PY4ME
  • PU1LAS

Divulgar

Conteúdo sindicalizado