You are hereBlogs / PU1VHF's blog / DX TRUCK - novas experiências. Parte II

DX TRUCK - novas experiências. Parte II


PorPU1VHF - Enviado em 22 fevereiro 2012

Bom como prometido no post anterior, vamos dar uma atualizada nos trabalhos que foram executados no DXTRUCK.

Falamos anteriormente sobre as ideias a serem implementadas, e passada esta fase de apresentação e elocubração vamos partir para a   aplicanção dos planejamento teóricos e colocar na prática as ideias,  dando ao Dx Truck a funcionalidade de uma UMDX expedicionária.

A Primeira etapa de trabalhos consistia em atingir as seguintes metas:

1) Trazer a alimentação direto do sistema da bateria do carro.

2) Desenvolver e instalar uma bancada/mesa de operação:

 

Sistema de Alimentação

Nesta meta tivemos como foco trazer um condutor com boa capacidade de corrente,  vindo direto do acumulador do carro até dentro  do compartimento de operação, tarefa que aparentemente seria fácil porém, tivemos que considerar alguns fatores de ordem elétrica, estética e de segurança.

Eletricamente o cabo deveria passar pelo menor trajeto possível para evitar as perdas de tensão pelo tamanho do cabo, por segurança evitar que ele fosse climpado pelo movimento da carroceria e esteticamente passar por uma area que não ficasse aparente.

A melhor solução encontrada foi a passagem natural para dentro da cabina do rabicho elétrico do veículo e a posterior passagem junto ao chassi acompanhando os demais condutores originais ate´o baú.

Infelizmente devido aos locais serem de difícil acesso não foi possível produzir imagens com qualidade sufuciente para este post dos locais de passagem do cabo,.

Estes cabos são de de 10 mm o suficiente para trazer a alimentção os equipamentos, total ou parcial, quando não tivermos disponível energia elétrica convencional ou mesmo por gerador,. Na próxima jornada de trabalhos será implementado uma régua de alimentação com os bornes polarizados fazendo o terminação desta ligação.

A conecção junto a bateria teve uma atenção especial para evitar possível mal contato, sendo colocado um terminal de bateria com dupla fixação de parafusos e nesses foram afixados os conectores do tipo olhal,  ficando presos nos bornes, como podem ver na foto abaixo.

 

Por este motivo tivemos muito cuidado com a passagem do condutor para evitar que o mesmo possa ser esmagado e poderia ocasionar um curto circutio que teria consequências com proporções terríveis para o projeto, e estamos providenciado uma caixa de fusíveis de alta amperagem para ser inserida como proteção.

 

Bancada de operação

 

Esta foi a parte do projeto foi mais fácil de se projetar, afinal o DXTRUCK em sua carroceria tem várias possibilidades de encaixe ou fixação, tivemos neste  planejamento um cuidado no sentido de termos uma bancada totalmetne removível, leve e de facil manejo.

Foi pensado em uma infinidade de materias para confecção dessa bancada, como por exemplo fibra de vido com talões de ferro fazendo um suporte e sustentação, uma simples porta de madeira, compensado naval  e outras possibildiades mais exóticas, mais considerando em todas estas possibilidades levando o conceito de  praticidade e a possibilidade de uma fixação rápida e uma retirada simples,

Optamos pelo bom e velho compensado naval de 14mm, que tem uma boa resistência para suportar os equipamentos, e leve o suficiente para uma só pessoa colocar/retirar da posição e ainda a maior e  definitiva motivação pois este material estava em estoque então "CHECK-MATE"

ue 

 

 Como esta folha de compensado " estava em estoque"  ela teve que ter um tratamento especial, foi recortada dentro das medidas do projeto, limpa e retiradas as rebarbas para evitar possíveis acidentes.

 

 

Como dissemos acima, a fixação foi simples devido as travessas do baú, e com simplicidade optamos pela confecção de dentes na própria bancada , fazendo com que alem de ter um encaixe suave e preciso a fixação ocorreria  naturalmente junto as travessas evitando  parafusos e outros materias de fixação,  sempre foco na portabilidade,  facilidade e rapidez na montagem e desmontagem dos acessórios.

 

Como podem observar na foto acima os "dentes" de encaixe e o suporte trazeiro direto na travessa dando sustentação a bancada.

 

Depois da parte bruta vem o acabamanto, e esse teria que ter um toque especial afinal o material "reciclado" necessitava de uma boa atenção.

 

O primeiro pensamento foi dar uma boa mão de tinta, mais foi descartado logo afinal o compensado estava com muitas manchas e algumas de óleo, o que fatalmente iria prejudicar um bom acabamento, então resolvemos mais uma vez recorrer ao "almoxarifado" e lá encontramos um pedaço de carpete comum,  que seriviu como uma luva para nosso intento.

O acabamento ficou muito bom, o carpete de cor neutra ficou bem sóbrio e dando uma proteção extra para os equipamentos que vão ser colocados ali em cima, evitando ou diminuindo os riscos de impactos na mesa.

Com a finalização desta  fase de trabalho da instalação desses equipmentos de suporte,  a nova visão do DXTRUCK já é esta abaixo , faltando somente, na bancada, a barra de bornes que sera confeccionada em acrílico e afixada próxima do centro da imagem.

 

 

Para finalizar este post, convido para estarem conosco  aqui na semana que vem para acompanhar os novos trabalhos que serão implementados, com a fixação dos suportes dos mastros laterias escamoteáveis e se possível ainda a colocação da barra de alimentação assim, pouco a pouco, o DXTRUCK vai tomando sua forma.

 

até o próximo. 

Beleza ,

O acrilico esta também "em estoque"....

qsl quanto as dicas da pintura etc, tem muito desavisado sim

73´s

Beleza ,

O acrilico esta também "em estoque"....

qsl quanto as dicas da pintura etc, tem muito desavisado sim

73´s

Fábio, Paulinho e amigos...
Para a barra de bornes, não deixem de aproveitar o material em estoque, façam a barra em madeira mesmo, fica muito segura, isolada e não vai custar nem 5% do valor do acrílico, ainda será passível de tinta, preta e vermelha para identificar para os ceguetas de plantão onde estão os bornes positivos e os negativos, se possível afim de evitar erros ao substituir um equipamento, ao invés de fazer 1 barra central faça duas barras e disponha em régua devidamente distanciadas para que se possam montar ali em cima 2 conjuntos de rádios, diminuindo também a quantidade de cabos "atravessando" a bancada para ir até o centro.por enquanto é isso...

Enviar novo comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido publicamente.
CAPTCHA
A questão a seguir é para validar se você é um ser humano ou um computador.
Image CAPTCHA
Digite o que está escrito na imagem acima.

. .

ATENÇÃO: O conteúdo dos blogs é de inteira responsabilidade de seus autores e pode não expressar a opinião e posição do Rio DX Group.

Pesquisar

Navegação

Tags para este blog

    Blog sem tags

    Quem está online

    No momento há 1 usuário e 162 visitantes online.

    Novos usuários do site

    • PU7ASG
    • PY2ALC
    • PY9GC
    • py4vg
    • PY4DY

    Divulgar

    Conteúdo sindicalizado